Mensagens populares

terça-feira, novembro 20, 2007

COMO CÃES ESFAIMADOS...

«Afectar às tarefas de cobrança coerciva todos os recursos possíveis», é o apelo que se pode ler no documento enviado pelo director-geral dos Impostos, José Azevedo Pereira, em Outubro, via email, a todas as direcções e serviços de Finanças.
O fiscalista João Espanha diz que se chegou «a um ponto em que vale tudo». «A receita da cobrança já começou a entrar pela via da violação das garantias dos contribuintes», afirma, acrescentando que «na dúvida cobra-se, na dúvida penhora-se e na dúvida vende-se».

Estes são excertos de uma notícia que li hoje no Site da Agência Financeira que revela que na ânsia de controlar o despesismo e as mordomias de um Governo umbilicamente de costas voltadas para o país, quer obter receitas a qualquer custo, seja como for, dê por onde der...
Traçar metas é muito bonito, desde que as mesmas sejam realistas e de acordo com a conjuntura económica que o país vive...

Controlar o défice com total desrespeito pelos contribuintes é algo de muito errado.

O Governo devia era tentar controlar a gestão dos verdadeiros "elefantes brancos" que são a maioria das Empresas Públicas, autênticos sorvedouros dos nossos impostos...

Enfim, estamos num país em que vale tudo...

1 comentário:

Kok disse...

ôi !!

Que vale tudo?
Nem por isso; se valesse tudo também valia eu estar cheio de euros, a transbordar.
Vale tudo sim, mas não é para todos. É "pós amigos, conhecidos, e aos palmadinhas nas costas".

Tantos governos que já passaram, todos cheios de "pessoas qualificadas, etc., etc." e é o que se vê!

Oh kumkarassas!!!!!!!!!

Abraçosssssss