Mensagens populares

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

PROPOSTAS PARA MUDAR A MOLDURA PENAL DO ABORTO

O quarto dia de campanha oficial para o referendo sobre o aborto teve como novidade o desafio lançado por Bagão Félix e Alexandre Relvas para se manter o aborto crime mas alterar a sua moldura penal.

Numa visita à instituição Ajuda de Mãe, em Lisboa, Bagão Félix, ex-ministro das Finanças e da Segurança Social dos governos PSD/CDS-PP, defendeu que, se ganhar o "não" o aborto deve manter-se crime mas todos devem comprometer-se a mudar no a sua moldura penal.

Em vez da pena de prisão de até três anos, o Código Penal deve prever, por exemplo, trabalho comunitário para as mulheres, propôs Bagão Félix, mandatário da "Plataforma Não Obrigada", contra a despenalização do aborto feito até às 10 semanas por opção da mulher.

Por outro lado, o ex-director da campanha presidencial de Cavaco Silva, Alexandre Relvas, também pelo "não" no referendo de 11 de Fevereiro, tinha sugerido num jantar, quarta-feira, manter o aborto crime mas atenuar ou dispensar a pena para as mulheres, através do princípio do "estado de necessidade desculpante".

A ideia, do ex-presidente do CDS-PP Freitas do Amaral e apoiada, entre outros, pela deputada do PSD Zita Seabra, consiste no princípio de que todas as mulheres que abortam agem "sem culpa" e para "afastar um perigo actual, e não removível de outro modo, que ameace a vida, a integridade física, a honra ou a liberdade".


Numa arruada no Porto, o ex-dirigente do CDS-PP António Lobo Xavier, defensor do "não" no referendo, argumentou que a despenalização do aborto nas primeiras dez semanas é uma "solução simples" que atira os problemas "para debaixo d o tapete".


Notícia retirada da edição online do Jornal de Notícias

4 comentários:

candida disse...

ya yaaa... o sim vai ganhar.

KNOPPIX, gentinha como tu devia-se abester... Quer dizer, deves comer carne, ovos, etc, e fazes sofrer os animais e k possivelmente podias-te alimentar simplesmente de cereais e frutinhas e vegetaizinhos. Claro, a tua inteligente n dá para muito quanto chamas a um feto uma vida. feto é vida (biologicamente logo após à fecundação onde existem várias meioses etc etc) mas o feto n é uma vida humana, Assim como tu és capaz de "atar uma vida animal" ( ( a gente sabe k tu nao matas mas comes), assim como uma mulher é capaz de matar uma vida e k por sinal é uma vida nao humana. Provem de humanos, mas n podemos chamar humano a uma massa celular k se forma na barriga da mulher. Pões imagens no teu blog meramente falaciosas porque n pões de há quantos meses de gestação essas "eco's" foram tiradas...

Depois vens com essas tretas todas sensionalistas, a apelar para termos pena dos bebes etc etc.. ninguem aki tem ter misericordia por ninguem. cada um faz akilo k ker. Nao vais ser tu k vais mudar a decisão de todas as mulheres k decidem dizer sim ao aborto e k por sinal recorrem a recursos menos apropriados para aquilo a que chama-mos o nosso bem precioso, a nossa saude. N me venham com historias de k se n kerem ter filhos, n os façam.. mesmo a serio!

KNOPPIX disse...

Candida, tenho pena...
Sinceramente, tenho muita pena que haja gente como tu a defender o SIM, porque lanças em descrédito aquelas pessoas que defendem o SIM com argumentos inteligentes, educados e que sabem aceitar a opinião dos outros, mesmo que contrária à sua.
Eu não misturo alhos com bogalhos, como tu fazes no teu comentário.
Un não desço o nível, menosprezando o seu interlocutor, como tu fazes, ao chamares-me de "gentinha"...
Serei "gentinha" por defender as minhas convicções?
Serei "gentinha" por não me acomodar e pelo contrário dar o meu contributo pessoal neste Referendo de 11 de Fevereiro, defendendo aquilo em que acredito?
A vida para mim, é um ciclo, com um princípio, meio e um fim.
A "massa celular" como tu displicentemente lhe chamas, é VIDA humana, em evolução.
As imagens do meu Blog nada têm de falacioso ou de mentira; incomoda-te assim tanto ver a vida intra-uterina, a tal que tu chamas de "massa celular" e à qual não reconheces humanidade? No entanto, é mais humana do que muita gente pensa, apenas quer uma chance para viver.
Misericórdia? Eu chamo-lhe humanidade... Ou será que não tens um lado humano? O aborto não deve ser liberalizado, o aborto é um crime; aquilo que se deve fazer, é apoiar a maternidade, as crianças, a educação sexual dos nossos jovens, para que o aborto não seja mais um meio contraceptivo de recurso.
Eu levo isto muito a sério, podes não concordar, mas respeita quem não pensa como tu.

candica disse...

Misericórdia? Eu chamo-lhe humanidade...

Discordo. Não pode chamar humanidado onde não sabes ver as duas vertentes. O feto e a mulher. Não, não és humano. Não és humano ao ponto de despenalizares o aborto. Achas que algum humano necessita de ser preso por matar um feto? achas mesmo? Achas que és humano ao ponto de seres egoísta e veres que estás a prejudicar as mulheres porque quem faz o aborto, faz mesmo sem ter condições? Não me parece... és humano para aquilo que queres, não para aquilo que deve ser.
Eu respeito a quem pensa como eu... Se não respeitasse estava-te a insultar. Apenas chamei-te de gentinha a ti e a todos os defensores do não... ( usa-se normalmente os diminutivos para um acto de carinho ) lolol AI AI HOMEM, FAZ-TE À TUA VIDA ;)(sublinho a palavra "tua")

candida disse...

*eu respeito a quem pensa como tu

(CORRECÇÃO)